Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico

PET SHOP BARONESA


Ensinar seu cachorro a fazer xixi e cocô no lugar certo, é fácil. No início, é importante deixar o seu cachorro em uma área restrita, fechada. O tamanho dessa área deve variar de acordo com o tamanho do cachorro, obviamente. Se for um filhote, uma lavanderia ou mesmo um box de banheiro pode ser suficiente. Forre todo o chão da área onde o cachorro vai ficar com jornal e só deixe que ele saia de lá para brincar, depois de ter comido e feito suas necessidades. Como não terá escolha, o cachorro irá fazer o xixi e o cocô no jornal. É importante trocar o jornal, sempre que sujar, porque os cachorros são animais aceados e não fazem suas fezes se o lugar já estiver sujo. Seu cachorro precisa ter, sempre, a sensação de que suas necessidades foram absorvidas, por isso troque religiosamente o jornal sujo. Outra dica para ajudar a adestrar seu cachorro, quanto ao comportamento, no caso dele começar a rasgar o jornal é umedecer o jornal. Use um borrifador, desses de plantas, e jogue água sobre o jornal. Isso fará com que aquele barulhinho de jornal rasgando que seu cachorro adora, acabe. Depois de uma semana, ou duas, dependendo do comportamento do seu cachorro, vá aumentando, gradativamente, o espaço e acesso a casa que ele tem direito. Para tanto, basta observar se o cachorro começa a procurar o jornal quando sente vontade de defecar ou urinar. Enquanto seu cachorro se adapta a liberdade e obediência, podem ocorrer “acidentes”. Toda vez que o cachorro fizer as necessidades no lugar errado, diga com voz firme: “Não”, coloque-o sobre o jornal e diga, com voz mais calma: “Aqui”, fazendo afagos. Assim, o seu cachorro irá entender o que é certo e o que é errado. Depois dos dois meses, quando seu cachorro acabar de tomar as vacinas e puder andar pelas ruas irá, facilmente, se acostumar a fazer suas necessidades fora de casa. Mas, é claro, você não vai deixar a sujeira do seu cachorro nas vias públicas.
Total de visitas: 12641
POODLES

No momento vendemos todos os filhotes, aguarde as proximas ninhadas.


A história :
Os alemães dizem que ele descende de pastores de pêlo longo com cães de caça, os franceses dizem que ele descende do Barbet (cão de pêlo lanudo proveniente da África do Sul ).
Apesar desse obscuro passado, estudiosos acreditam que os ancestrais dos poodles se concentram em dois países: Rússia e Alemanha. Da Rússia o antecessor foi um cão parecido com o Greyhound, e da Alemanha foi um cão chamado Pudel, famoso caçador de aves aquáticas. A partir daí a estória se divide. Alguns pesquisadores garantem que, da Alemanha, o Poodle foi para a Inglaterra, por volta do Sec.XIV. Onde obteve-se então o Poodle Grande, usado como guardiã e o Poodle pequeno utilizado para companhia e também à localização de cogumelos, e depois que da Alemanha o Poodle foi levado, à França onde foi cruzado com o Barbet, e depois importado para a Inglaterra. Os estudiosos que defendem essa teoria afirmam que foram os franceses quem projetaram suas variedades e lhe deram projeção internacional. É da França que vem o primeiro padrão oficial da raça em 1910. Mas o primeiro clube oficial da raça foi criado na Inglaterra em 1876.
O nome do Poodle é uma derivação da expressão alemã pudellin ( chapinhar na água ), mas caniche é o nome que o
consagrou na França.
O Poodle no passado exerceu diversas atividades (uma das características que o consagrou ), vamos observá-las:
Retriever - A mais antiga atividade do Poodle, consiste em buscar as aves abatidas pelos caçadores.
Cão trufeiro - É provável que tenha sido desempenhada por Poodles Toy, consiste na localização de trufas, uma iguaria, o mais impressionante é que para a localização desta o animal necessitava de um faro excepcional, as trufas nascem entre raízes de Carvalhos, Nogueiras e Faias.
Artista - Essa é uma características que dispensa comentários quem tem um Poodle a conhece muito bem. Sua notável inteligência lhe tornou um artista. Em 1700 um grupo de Poodles ganhou grande destaque nas côrtes onde dançavam o "The Ball of Little Dogs". Em Londres e Paris, de 1814 a 1818, um Poodle chamado "Munito" ficou famoso brincando com cartas e resolvendo problemas matemáticos.
Cão de companhia - Uma função exercida até hoje pelos Poodles, começou a partir do Sec.XVI, em conseqüência da redução do seu tamanho.
Cão de pastoreio - O antigo Pudel foi usado pelos alemães como cão de pastoreio.
Variedades:
Poddle Toy - Até 28 cm (CBKC)
Poodle Anão - De 28 a 35 cm (CBKC)
Poodle Médio - De 35 a 45 cm (CBKC)
Poodle Grande - De 45 a 60 cm (CBKC)

Comportamento :
O Poodle com o temperamento da raça, é muito alegre, está sempre disposto a brincar, mantém esse comportamento até a velhice. Faz questão de participar dos acontecimentos da casa, presta atenção em tudo. Afeiçoa-se muito aos donos, pode morrer se mudar de família quando adulto. É protetor e paciente com as crianças, já com os estranhos pode ser reservado, mas alguns Toys podem ser muito afetuosos com as visitas.
Ele é um cão que necessita conviver intimamente com as pessoas, se abandonado no quintal pode até desenvolver um comportamento agressivo.
Estudos apontam o Poodle como uma raça que mais se destaca quanto á inteligência.
Enfim é um cão perfeito para a companhia!
Cuidados :
Aqui vai algumas dicas importantes para o bem estar de seu Poodle :
1.Consulta Veterinária - Vá a uma consulta veterinária sempre após adquirir seu cão, para uma avaliação geral sobre a sua saúde, leve-o quando sentir algum sintoma suspeito e durante a gravidez.

2.Vacinas - Vacine seu cão periodicamente :
Idade Vacinas
60 dias - Primeira dose óctupla
90 dias - Segunda dose óctupla
120 dias - Terceira dose óctupla e antirábica
150 dias - Quarta dose óctupla
Anual - Repetir a óctupla e a antirábica